download.png

Portugal, Meu Amor

Colectânea de Poemas (2022)

Apaixonei-me desde cedo pelo país dos meus avós e dos meus pais. Já na idade adulta, sempre que necessitava de ir embora por motivos profissionais, sentia imensas saudades de Portugal. Quanto mais viajava, mais certezas tinha que a Portugal pertenço. Das paisagens - a fauna e a flora, do património arquitetónico e cultural - entre quais, destaco o Fado, dos perfumes tão característicos - como a sardinha grelhada, das imperdíveis festas populares no verão, da gastronomia rica de toda e cada região,  dos hábitos dos portugueses - como comer uma bola de berlim na praia ou comer tremoços e caracóis na esplanada do café em dias de calor e ainda, simplesmente das pessoas. A cada novo passeio por Portugal, descubro paisagens e costumes que me deslumbram e inspiram para escrever poesia. De norte a sul e pela ilhas, tento retratar em versos o que de melhor temos, convidando os leitores a (re)descobrir comigo os encantos de Portugal.

 
Screenshot 2022-10-11 at 16.30.35.png

Estórias e Poemas Lusos
(e mais além)

Antologia Poética (2022)

Dando continuidade ao livro Estórias e Poemas Lusos, publicado em 2021, este segundo livro incorpora um conjunto de poemas escritos ao longo da minha vida, muitos deles inspirados pelas minhas viagens em terras lusas. Aproveito também para partilhar com o leitor alguns poemas em francês e inglês, escritos entre 1997 e 2022. Poesia é alegria, é amor, é sofrimento, versos que espelham tormento, tanto quanto magia!

 
estorias_edited_edited.jpg

Estórias e Poemas Lusos

Antologia Poética (2021)

Terra natal dos meus pais e avós, Portugal foi desde sempre o destino das nossas férias de verão. À medida que me fui deixando seduzir, fui ficando rendida aos encantos do nosso país. Amante de poesia desde criança - paixão herdada dos meus avô e bisavô, inspirei-me nas viagens por terras lusas para escrever estas estórias e poemas.

 
Memórias de Um Anjo CAPA DO LIVRO.JPG

Memórias de Um Anjo

Romance de Época (2020)

Certa manhã, a população de Sesimbra depara-se com um triste e inesperado cenário. Uma jovem da vila é encontrada sem vida no areal. A morte é comentada por todos os locais e deixa Beatriz muito intrigada. Quem será ela e o que lhe terá acontecido? No caminho de regresso ao Seixal, o silêncio reina na carruagem da família Neves Fontes e Beatriz permanece pensativa: este episódio irá marcá-la profundamente. Determinada a mudar o rumo da sua vida, Beatriz embarca numa aventura onde se cruza com o guarda do farol e um grupo de pescadores. Esperam-nos uma tempestade memorável, desventuras e impostores que terão de enfrentar para dar a volta ao destino. Conseguirá Beatriz vencer todos os obstáculos e concretizar o seu sonho?